(11) 5549-8881

Tudo começou com uma despretensiosa ida à Mizuno Run Talks, resumidamente, uma palestra muito legal sobre corrida, triathlon… pois é, fui sorteado e ganhei a inscrição para os 42k da Uphill! A minha reação demonstrou o pavor que tinha pela prova naquele momento, mas aceitei o desafio.

A alegria dos colegas ao ver que tinha sido sorteado, apesar não ter caído a ficha no momento, foi contagiante e motivacional.

Uma das provas mais desejadas, bonitas e desafiadoras do Brasil nas minhas mãos, não poderia deixar escapar. Uma coisa que ouvi e fez muito sentido foi “se o Samurai te escolheu é para você ir”. Eu definitivamente não poderia perder a oportunidade.

Vinha treinando bem, mas não estava na programação encarar uma maratona (ainda mais essa) em 2017. O objetivo era focar em provas de 21k e em 2018 partir para os temidos 42k. Mudança de planos, rs.

Zeca estava presente nesse momento e fui logo falar com ele e lembro bem da minha pergunta: “É possível? Você acha que dá? ” Ele respondeu que era possível e que tínhamos 4 meses para treinar. Se ele estava confiando em mim eu não sei, mas foi aí que tudo começou, rs.

De lá pra cá, muita coisa mudou e sem dúvida nenhuma pra melhor. Muito treino, muuuuita subida e dedicação. Valeu cada segundo que destinei a esta prova. Cruzar a linha de chegada é indescritível. Essa prova mexe com os sentimentos dos corredores, isto é nítido.

As belas paisagens da região serrana do interior de Santa Catarina, todos os lugares em que passei, a vibração que as cidades e as pessoas transmitem, não tem preço. É algo inexplicável. Tudo isso atrelado ao fato de ser minha primeira maratona, meu Deus… que privilégio!!!

Sou muito grato aos professores e amigos corredores, que me apoiaram e fizeram com que isso se tornasse possível, Maratonista e Ninja. Muito obrigado.

Essa prova é transformadora e chega a ser transcendental. Momentos de dor que se transformaram em glória. Que venham novas provas e novos desafios.

Rafael Santos
Aluno Ztrack